sexta-feira, 1 de junho de 2012

Como uma noiva?!

Estou numa aflição tremenda.




Ando há mais de um ano para comprar um carro. Vou de transportes públicos para todo o lado, boleia, autocarros, tudo lindo e maravilhoso. Mas faltava-me a sensação de poder pegar no meu carro e ir onde fosse preciso quando fosse preciso.
Depois de muita ponderação, de adiar, de ver e rever, decidi avançar sem medos.

Comprei a porta de um carro. Presumo que tenha sido a porta. Paguei a entrada... Tenho uns papeis e ando a tratar de outros.

Claro que estou impaciente.. quero o meu carro, preciso muito do meu carro. ( Ok... criei esta necessidade entretanto ).
Hoje a senhora do stand liga-me " Ana, afinal não pode vir buscar o carro amanhã, ainda não está aqui e quero ter a certeza de que está tudo bem... quero que ele saia daqui e vá para as suas mãos como uma noiva vai para um casamento! "

MEDO....
Eu não comprei um carro branco, por isso ela não se referia à cor.
E ou muito me engano, ou não há noivas imaculadas.

Vou ter um carro com problemas existenciais? Nervosinho? Com um passado cheio de coisas estranhas que uma pessoa deve deixar para trás quando se casa, mas que no fundo aconteceram e não há nada a fazer?


9 comentários:

  1. Ahahahahahahah
    Bela analogia.
    Ela devia querer dizer virgem!

    ResponderEliminar
  2. Anocas, eu cá não quero saber de nada disso... quero é dar uma voltinha no smart pink por lisboa city! ;-P

    ResponderEliminar
  3. ahahaha!!Olha que à noivas descontraídas!! Vê pelo o outro lado, uma noiva vai feliz...o teu carro também!!

    ResponderEliminar