sábado, 19 de novembro de 2011

E isto não pára


Ontem quando me deitei achei hoje ia acordar 100% cool. 
Dormi como um anjinho, consegui escrever algumas coisas ontem. Ler outras tantas e estava feliz e motivada com isso. 
Honestamente a proximidade do conforto, o podes desligar a qualquer momento, e um computador com ligação à internet podem ajudar bastante.

Mas hoje acordei exactamente na mesma. O pior é que o meu nível de irritação cresce à medida que vou percebendo que isto não está a melhorar e não sou mais do que uma bola de neve. 

Ando a comer pratadas de arroz sem fim. Arroz com sal, arroz com cenoura, arroz com isto e sem aquilo. 
Não como carne há mais de 10 anos e nunca me passou pela cabeça voltar a comer. 
Aliás essa ideia agonia-me. 
Mas ás tantas isto doi-me tanto tanto que acho que se alguém me dissesse que tinha de comer carne triturada eu comia nem que fosse para isto parar. 
Para quem me conhece suficientemente bem percebe que isto é um extremo. 

Por agora vou continuando a partilhar convosco por e-mail as novidades que me vão chegando, principalmente dos eventos em que não posso nem consigo estar presente. 

*'s

1 comentário: